domingo, 25 de setembro de 2016

Restaurante Morro dos Ventos - Chapada dos Guimarães - MT

Inaugurado há 20 anos, o Morro dos Ventos Restaurante é uma das maiores atrações que a Chapada dos Guimarães oferece.
Num local de clima aconchegante, com uma vista privilegiada e de uma beleza exuberante.

A culinária típica da região é o forte do cardápio, que é saboreado a uma altitude de 800m acima do nível do mar, de onde se observa os paredões e precipícios da Chapada. Lindo!!

Pantanal - MT

Passeio realizado dentro do SESC Pantanal. Um jacaré passeando...

video

ZOO de Cuiabá

 









Curiosidade: Sobre Cuiabá...vamos falar um pouquinho da origem do nome da cidade. Há várias versões para a origem: Uma delas diz que vem da palavra bororo ikuiapá, que significa "lugar da ikuia" (ikuia: flecha-arpão, flecha para pescar, feita de uma espécie de cana brava; pá: lugar). 
Anexo algumas fotos do ZOO da cidade de Cuiabá, localizado na UFMT - Universidade Federal do Mato Grosso.


Chapada dos Guimarães - MT


A Chapada dos Guimarães chama a atenção pelo seu relevo  caracterizado por planaltos de constituição arenítica. 
A região da Chapada faz parte do planalto central brasileiro, e tem a altitude de  800 m acima do nível do mar. O seu clima apesar de característica tropical é significativamente mais ameno do que a quente capital do Mato Grosso, Cuiabá. No inverno a temperatura pode se aproximar de zero graus centígrados, e eventualmente podem acontecer geadas.

sexta-feira, 27 de maio de 2016

Pedra azul - ES

O Pico Pedra Azul é um afloramento de gnaisse com 1822m, localizado dentro do Parque Estadual da Pedra Azul, em Domingos Martins, no estado do Espírito Santo.
A Pedra Azul muitas vezes adquire uma coloração azul, verde ou até amarela, graças aos líquens que crescem na pedra, sendo que esta muda de cor cerca de 36 vezes por dia, dependendo da incidência de luz solar.
É um dos principais cartões postais do estado, a região atrai muitos turistas, principalmente da capital Vitória, por causa da beleza e do clima frio, tanto que na região se localizam alguns dos melhores hotéis de todo o Espírito Santo.
O acesso ao Parque pode ser feito pela Rodovia BR -262, entrando no Km89, passando pela Rota do Lagarto, falando em lagarto, olhem do lado direito da pedra!! Tem um lagarto subindo....

Paneleiras - Vitória

As Paneleiras de Goiabeiras, assim chamadas por ser a maioria de mulheres, residem no bairro de Goiabeiras, em Vitória, capital do Estado do Espírito Santo.

Com competência confeccionam, em barro, panelas, potes, travessas, bules, caldeirões, frigideiras etc, de diversas formas e tamanhos. O processo de fabricação, o ensinamento, transmitido de pais para filhos, permite que a identidade cultural desta atividade seja mantida com muito poucas alterações, há várias gerações. São avós, mães, filhas e netas exercendo o mesmo ofício que é praticamente o mesmo que os índios usavam quando aqui aportaram os portugueses na época do descobrimento.
Anteriormente, as Paneleiras trabalhavam individualmente em suas próprias casas. Atualmente, mais organizadas, estão agrupadas na Associação das Paneleiras de Goiabeiras, uma espécie de cooperativa. Trata-se de um galpão onde cada uma, independentemente, produz e comercializa suas próprias peças.Vale a pena visitar!!

Convento da Penha - Vila Velha

O Convento da Penha, no Espírito Santo, é um dos santuários religiosos mais antigos do Brasil, localizado no município de Vila Velha. Está  situado no alto de um penhasco, a 154 metros de altitude.
É um ponto turístico imperdível para quem vai ao Espírito Santo, o Convento da Penha tem uma das vistas mais bonitas da baía de Vitória e Vila Velha e é recanto para orações, preces e agradecimentos dos capixabas e turistas, que sempre que visitam o estado, fazem questão de registrar o passeio com fotos da bela vista do convento.
Vamos contar um pouquinho da história. Este convento foi fundado por Frei Pedro Palácios, que aqui chegou em 1558, trazendo consigo o Painel de Nossa Senhora das Alegrias.
Quando chegou, Frei Pedro Palácios encontrou abrigo numa gruta de pedra, atualmente denominada Gruta de Frei Pedro Palácios. Em 1562, construiu uma Capela dedicada a São Francisco de Assis, no local hoje denominado largo do Convento (Campinho), e em 1568, foi edificada, no cume do penhasco, a Capela que recebeu a imagem de Nossa Senhora da Penha, vinda de Portugal em 1569.
Foi construído por volta de 1800 por negros escravos e índios que carregavam pedras de baixo para cima nos ombros e em carroças improvisadas. Até hoje se pode ver as ruínas dos alojamentos dos trabalhadores, ao lado do convento.