sábado, 28 de janeiro de 2012

Férias em Barbados

Barbabos é um país espetacular, está dividido em 11 paróquias (Saint Lucy, Peter, Andrew, James, Thomas, Joseph, George, John, Michael, Philip e Christ Church), assim é como os nativos chamam e sua capital é Bridgetown. A colonização é inglesa, a língua oficial é inglês, aliás, muito difícil de entender. O país lembra muito a Jamaíca, o reggae é ouvido em todos os lugares, em som muito alto. A colonização inglesa deixou outras marcas: o golfe ( para quem gosta os campos são ótimos) é muito praticado e o críquete é o esporte nacional. 
Numa ex-colônia britânica não poderia faltar uma boa cerveja local. E Barbados também tem a sua, a Banks, leve e saborosa. 
Uma dica, se quiser alugar um carro para conhecer a ilha e ver as típicas casas de madeira com varanda e se arriscar a dirigir na mão inglesa (aliás, muito cuidado ao atravessar as ruas, olhe sempre com atenção para os dois lados), evite a capital da ilha, Bridgetown, no fim da tarde. O tráfego é pesado, e uma viagem pelas suas ruas que levaria menos de dez minutos pode demorar mais de meia hora, fácil, fácil.

"O rum que inventou o rum"

Barbados, também é conhecida como a terra do rum, na ilha existem 1.200 lojas da bebida. Mas o rum só surgiu no país depois que o alemão Pieter Blower levou do Brasil, em 1637, a primeira muda de cana de açúcar.
Quem for a Barbados, mesmo que não beba, não pode deixar de conhecer a Mont Gay Rum, uma fábrica de rum com mais de 300 anos de idade. O slogan do Mont Gay é “o rum que inventou o rum” e que é só provar a bebida para ter certeza.

É a marca mais antiga de rum do mundo, 1703. Mundialmente reconhecida por fabricar os melhores runs do planeta, o Mount Gay tem as suas portas abertas para visitantes que poderão entrar no museu da marca, conhecer uma réplica perfeita de uma loja de rum (com direito a uma espécie de tour experimental), assistir a um filme sobre a história do rum, ver como são embalados, degustar diferentes tipos de rum e deliciar-se com um almoço típico, servido ao ar livre nas instalações da destilaria com um drink chamado "rum punch", servido em quase todos os passeios de Barbados.
Para quem gosta da bebida ou mesmo da história em torno dela, recheada de contos de pirata e batalhas pelos mares caribenhos, conhecer o Mount Gay é algo simplesmente imperdível!

segunda-feira, 16 de janeiro de 2012

Bathsheba e Cove Bay - Barbados

Bathsheba é a acidentada Costa Leste de Barbados, onde os visitantes vêm para respirar o ar, mergulhar e se sentir vivo.
A paisagem é de tirar o fôlego, largas praias de areias brancas se estendem ao longo de uma costa de formações rochosas impressionantes. Esta praia conhecemos no passeio Island Safari, que todos devem fazer, pois é possível conhecer a toda ilha.
Outro lugar que o guia nos leva para conhecer é Cove Bay, a vista é deslumbrante (foto ao lado direito).  Cove Bay, localizada na costa nordeste de Barbados, é um local encantador onde os únicos sons são de poderosas ondas batendo contra altas falésias.

Beach Extravaganza Dinner show e the Plantation Theatre - Barbados

Se voce gosta de lugar decontraído a beira mar para tomar cocktails tropicais antes do jantar, Harbour Lights é o lugar para estar.
Imagine dançar descalço com os pés na areia sob os coqueiros, apreciando drinks exóticos e saboreando um jantarzinho gostoso, enquanto assiste a um show local. O que chama a atenção no show é a performance dos Stilt Walkers (foto ao lado) e a dança na areia para achar uma garrafa de rum, nós achamos uma.  
Outro lugar legal é o The Plantation Theatre, um galpãozão localizado pertinho da St. Lawrence Gap, lá é realizado um show folclórico. Tem alguns momentos bem chatos, mas vários pontos altos, e de novo, o grande destaque são os dançarinos em pernas de pau, uma tradição na ilha. Incrível incrível incrível. Um dos segmentos do show é dedicado à estrela mundial nascida em Barbados, Rihanna. Como de praxe, fui nos dois eventos, um na segunda e outro na sexta, mas uma dica, as mesmas pessoas que se apresentam no Harbour Lights se apresentam no the Plantation, eu gostei mais do Harbour Lights.

Nadando com as Tartarugas em Barbados


Passear de catamarã é o jeito mais gostoso de dar uma olhadinha na costa oeste de Barbados. Os barcos fazem duas paradas de mergulho — uma para ver peixinhos com snorkel e outra para nadar com tartarugas. O marinheiro leva peixe desfiado com isca, e as lindas tartarugas aparecem....adoooorei!!!! Há duas categorias de passeio — uma com almoço e outra somente para ver o por do sol. Eu fiz a com almoço, e vá se acostumando, o almoço e jantar em qualquer passeio e show a noite é composto de : peixe picante, arroz com feijão, frango picante e uma saladinha, se quiser comer melhor tem que ir em restaurantes recomendados, fomos em vários, vou indicar alguns nos próximos posts. Abaixo, reproduzo a minha experiência em nadar com as tartarugas....demais...parece que ela percebeu e veio ao meu encontro.....linda!!
video